Vivemos em um mundo cheio de informações e com excesso de atividades diárias. É consenso que a vida das pessoas está mais corrida. Por conta disso, a população está cada vez mais disposta a investir em produtos ou serviços que facilitem o dia a dia e melhorem a qualidade de vida.

Condomínio inteligente

Pensando nisso, surgiu o conceito de condomínio inteligente, que tanto pode ser aplicado a condomínios residenciais quanto empresariais. É uma opção que garante eficiência, praticidade, economia e segurança para os usuários.

Um condomínio inteligente normalmente já nasce projetado com características específicas para trazer facilidade para os condôminos. Esses locais são criados para oferecer serviços integrados por meio da utilização de dispositivos inteligentes. 

Ter uma conexão de internet com alta velocidade é requisito básico para os condomínios inteligentes, pois vários equipamentos vão depender da internet para funcionarem adequadamente.

Conheça algumas características presentes nos condomínios inteligentes.

Condomínio Inteligente
Condomínio Inteligente

Portaria remota

A instalação de câmeras de vídeo e interfones permite o uso de portarias remotas. Quando um visitante tenta entrar em um condomínio, ele se comunica com uma central eletrônica, que funciona 24 horas e faz o monitoramento das imagens. 

A central, então, entra em contato com o condômino para verificar se ele autoriza a entrada da pessoa. É necessário acesso à internet para possibilitar a transmissão das imagens em tempo real. Esse sistema reduz o gasto com porteiros e traz mais segurança para o local.

Diminuição do consumo de água e luz

É possível a instalação de sensores automáticos nas áreas comuns, que só são acionados quando detectam a presença de alguém. Isso evita o desperdício de energia elétrica.

Em edifícios antigos, é comum que o consumo de água seja compartilhado entre os moradores através de uma conta comum para todo o prédio. Isso faz com que cada pessoa não tenha a dimensão dos seus gastos e se sinta mais à vontade para desperdiçar água. 

Nos condomínios inteligentes são instalados hidrômetros individuais para que cada habitante pague apenas pelo próprio consumo.

Outra medida para diminuir o consumo de água é o reaproveitamento da água da chuva, que pode ser realizado por meio da construção de reservatórios para o armazenamento. 

Há ainda a possibilidade de reuso da água, que se dá pela criação de uma mini estação de tratamento. A água do banho pode ser utilizada para descargas, por exemplo.

Energia solar

Condomínios inteligentes aproveitam a luz solar para gerar energia. Isso é feito através de placas que captam a energia solar e um sistema fotovoltaico faz a conversão para que essa energia se transforme em iluminação para as áreas comuns.

Além de ser uma forma de economia, o sistema de energia solar é mais amigável para o meio ambiente.

Controle de acesso

Os condomínios mais modernos já contam com sistemas de controle de acesso facial ou biométrico. Dessa forma, só um indivíduo cadastrado tem acesso às dependências do condomínio. Esse modelo de identificação é muito mais seguro do que opções tradicionais.

Quer conhecer outros serviços para condomínios inteligentes? Acesse nossa galeria de serviços. No caso de dúvidas, entre em contato pelo WhatsApp pelo botão flutuante na tela.

Sérgio Leocádio – Diretor Grupo NVS

Compartilhe:

×